Dedo de Prosa: Cresce a demanda por crédito rural

Dedo de Prosa

Demanda por crédito rural cresce na região centro-norte: A “carteira agro” do Sicredi na região centro-norte registrou um avanço de 34,6% nas contratações realizadas entre os meses de jul/18 e out/18, na comparação com o mesmo período do ano anterior. Nesta safra, os custos altos e a falta de capital próprio têm aumentado a busca pelo crédito rural. No total, a instituição financeira cooperativa liberou R$ 1,426 bilhão nos estados onde atua, com destaque para o crédito para o custeio, o mais procurado pelos produtores.

Arábia Saudita suspende importação de frango em 33 frigoríficos brasileiros: A Arábia Saudita, maior importadora de carne de frango do Brasil, desabilitou 33 frigoríficos dos 58 habilitados pelo Ministério da Agricultura para exportar para o país, restando apenas 25 na lista dos árabes, que exigem ajustes nas plantas frigoríficas para que voltem a importar. Ainda não foi informado o impacto dessa restrição, mas circula dentro do Ministério da Agricultura avaliações de queda de 30% no volume exportado.

Preço do petróleo recua com desaceleração do mercado global: Os preços do petróleo voltaram a recuar com a apreensão de que a economia mundial possa reduzir a demanda por combustíveis. O movimento se deu com as previsões de crescimento global do Fundo Monetário Internacional (FMI) e os sinais de uma desaceleração da China, trazendo preocupação aos comerciantes quanto ao aumento da oferta em 2019.

China informa novo caso de peste suína africana: O ministério da Agricultura da China reportou um novo surto de peste suína africana, na região noroeste de Ningxia. O relato é de que o surto tenha ocorrido em uma fazenda com 57 suínos e que 13 animais tenham sido atingidos pelo vírus. A quantidade total de suínos abatidos no país já ultrapassa 900 mil. Estes casos têm potencial de reduzir o volume de soja importado pela China.

Deputados estaduais aprovam novo Fethab: Os deputados estaduais em MT aprovaram o substitutivo do Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab). O substitutivo apresenta ajustes sobre as alíquotas da comercialização de commodities e operações de exportação por diferentes ramos do agronegócio e passa a valer a partir de 01/02/2019. Novas reuniões têm acontecido entre os representantes do Governo do Estado, da Assembleia Legislativa e do Fórum Agro MT, porém a nova carga já está definida, e existe pouca expectativa de mudança imediata.

Menu